Millenials: o que muda com os viajantes da nova geração?

Publicado em 4 de janeiro de 2021

Você pode até não conhecer o nome, mas com certeza você convive com pessoas no seu dia a dia que pertencem a essa nova geração de profissionais. Os nascidos entre meados da década de 80 e final dos anos 90, jovens de 20 a 30 e poucos anos, serão cada vez mais comuns no mercado de trabalho e por isso influenciam toda a logística de viagens corporativas. Afinal, se tem uma palavra que essa turma gosta é novidade!

Muitas vezes, no mundo organizacional, o sentimento de urgência, a rápida adaptação e o desapego por empregos estáveis e vitalícios, dão a impressão de que essa geração não se importa muito com o trabalho ou são irreverentes. Mas, na verdade, se nos atentarmos para as características dos Millenials, veremos que são capazes de criar soluções, atualizar e gerar resultados inimagináveis para a sua empresa.  Principalmente quando o assunto é viagens corporativas.

A grande maioria desse grupo não é casada e por isso, não dedica tempo a família. Além disso, priorizam a saúde, aventuras e não possuem medo de mudança. Portanto, são os mais indicados para embarcarem em nome da empresa. Só não pense que isso vai dar certo se manter políticas conservadoras e não começar a usar a modernidade a seu favor. 

Sendo assim, veja como adaptar a cultura das viagens corporativas para engajar esses jovens e conseguir ainda mais resultados.

Avanço Tecnológico

A primeira coisa a se fazer para os millenials viajarem sem problemas é adaptar a forma de gerenciar a viagem. Comprar passagem no aeroporto ou fazer reembolsos no RH é coisa do passado. Hoje em dia existem ferramentas de Online Book Tool, plataforma para gerenciamento de viagens, aplicativos de transporte e várias opções de hospedagens mais baratas e modernas.

Ah! E não se esqueça de dar prioridade para locais que tenham acesso a redes de wifi e garantir todas as senhas para esse pessoal, afinal, são tão adeptos a tecnologia que poderiam ter o seu desempenho influenciado pela qualidade da internet no smartphone! 

Política Flexível

Se você pretende escalar colaboradores Millenials para viajar, é melhor rever sua política de viagens corporativas antes.  A forma de pensar dessas pessoas dão preferência a flexibilidade de horários e de outras atividades, como as formas de pagamento para um possível reembolso, por exemplo. 

Uma maneira de adaptar as políticas para essa nova geração é acompanhando as tendências. Um estudo feito pela BridgeStreet Global Hospitality, uma rede fornecedora de apartamentos mobiliados como alternativa de hospedagem para viajantes do mundo todo, mostrou uma forte aderência a viagens Bleisure, neologismo para “business” (negócios) e “leisure” (lazer). 

Os criadores do termo defendem a ideia de que, cada vez mais, as viagens corporativas estão sendo acompanhadas de um tempo de lazer para o colaborador conhecer o destino e descansar, de forma que colabore para o seu desempenho profissional na viagem e qualidade de vida no âmbito pessoal. É uma boa sugestão para os Millenials, que valorizam o equilíbrio entre a carreira e intimidade. 

Viagens são privilégio

Um grande diferencial dos Millenials é que eles não veem as viagens corporativas como um problema. Ao contrário dos pais, os Baby Boomers, para essa nova geração, viajar e sair da rotina é uma vantagem e é motivo de muita empolgação. Afinal são aventureiros, gostam de mudanças, de conhecer pessoas novas e não são apegados a lugares para trabalhar. 

Na pesquisa da rede de hospedagem citada, 78% dos entrevistados veem as viagens corporativas como um diferencial no trabalho e 73% se sentem mais empolgados para trabalhar viajando. É uma grande vantagem dessa geração, concorda?

Relacionamento Com o Cliente

Outra qualidade de muito valor para as empresas é que, por serem da nova geração, os Millenials também representam a maior parte dos consumidores. Sendo assim, para negociar, criar e vender, os filhos das décadas de 80 e 90 tem uma grande vantagem, afinal falam a “mesma língua” de quem está comprando. 

Por isso, no caso das viagens corporativas, é importante que algum dos colaboradores escalados sejam mais modernos, assim, conseguem levar uma visão diferente às negociações e, consequentemente, encantar os clientes. Coloque essa turma a frente dos negócios e veja os resultados disso.

Preocupação com saúde

Além de todas as características citadas à cima, os novos integrantes do mercado de trabalho são pessoas extremamente preocupadas com o bem-estar, saúde mental e saúde física.

Por isso, ao planejar a viagem corporativa, é interessante incluir os hotéis de transição, como o TRYP by Wyndham São Paulo, localizado no aeroporto de Guarulhos, onde esses viajantes possam descansar entre as conexões, fazer uma reunião e garantir que não tenham uma experiência de viagem ruim. 

Outro ponto a se pensar é contratar um seguro-viagem, afinal, apesar de gostar da aventura, o bem-estar está em primeiro lugar e isso inclui a segurança durante a viagem. Então, para evitar contratempos, inclua esse benefício no pacote e tenha ótimos resultados com os viajantes corporativos da mais recente geração de profissionais.

Facilite as mudanças pelo B.Corp

Na Belvitur nós já pensamos em tudo isso, por isso, atualizamos nossas plataformas de online book tool para viagens corporativas, com o B.Corp. Por lá você consegue comprar passagens e hospedagem com descontos exclusivos para clientes, fazer todo o gerenciamento dos gastos, exportar relatórios e ainda gerenciar dinheiro para empréstimos e reembolso. Saiba mais nas lojas Belvitur!